Como a gestão de custos de transporte impacta no negócio?

Você sabe o quanto a gestão de custos de transporte impacta nas finanças do seu negócio? Conhece as consequências para a produção e economia de sua organização? Saiba que a logística de transporte pode ser um dos gastos mais altos em um contexto corporativo — e não atribuir a devida atenção a isso pode colocar seu empreendimento em risco.

É preciso ficar de olho em tudo o que acontece em sua empresa, conhecendo cada despesa do processo produtivo, pois as perdas, sejam elas por desperdícios ou por uma má decisão do corpo estratégico da companhia, pode lhe colocar em desvantagem em relação à concorrência.

Mas, não se preocupe! Neste texto, explicaremos por que é importante conhecer cada tipo de custo e como alcançar uma gestão eficaz e satisfatória. Continue a leitura para conferir!

Quais são seus custos e como classificá-los?

Para operar de forma eficiente é necessário ter sempre em mente a filosofia de “produzir mais com menos”. Para isso, eliminar custos logísticos de forma inteligente, sem afetar negativamente as operações da empresa, é um grande diferencial. Para lhe ajudar a atingir uma redução satisfatória no orçamento, identificamos e classificamos abaixo os principais custos envolvidos com operações de transporte rodoviário. Veja!

CUSTOS FIXOS

São aqueles custos que não têm relação com a quantidade de operações realizadas e/ou produtos produzidos, ou seja, não oscilam em curto prazo e estão presentes todo mês, mesmo que a empresa não funcione. Os principais são:

  • remuneração do capital ou custo de oportunidade;
  • folha de pagamentos dos motoristas e carregadores;
  • salário dos funcionários da oficina mecânica;
  • reposição do veículo;
  • reposição do equipamento;
  • impostos (DPVAT, Taxa de Licenciamento, IPVA), tarifas e seguro dos veículos;
  • depreciação dos equipamentos e veículos;
  • sistemas de informação e sistemas de rastreamento.

CUSTOS VARIÁVEIS

São o oposto dos custos fixos, dependem diretamente da quantidade de trabalho realizado e, por isso, é proporcional ao número de clientes, produtos produzidos e viagens realizadas. Normalmente são calculados com base na quilometragem dos veículos e na necessidade de transportes terceirizados. Os principais são:

  • custos administrativos;
  • recursos humanos;
  • peças, acessórios e materiais de manutenção;
  • combustíveis;
  • lubrificantes e troca de pneus;
  • multas de trânsito;
  • lavagem e engraxamento;
  • pedágios.

CUSTO DE OPORTUNIDADE

Custo de oportunidade é quando se decide aplicar um montante em um determinado investimento, destinando uma parcela do capital da empresa para adquiri-lo, deixando de investir esse dinheiro em um ativo B. Ou seja: quando um benefício é renunciado em detrimento de outro.

O calculo desse custo é muito subjetivo, não existe uma fórmula exata, sendo necessário o uso de estimativas. Uma boa maneira é utilizar indicadores para promover uma comparação do retorno do investimento. Dois bons indicadores são o DI e o SELIC acumulados no período.

Qual é o custo de cada serviço prestado?

Depois de identificados e classificados é necessário realizar o levantamento por meio de cotações e orçamentos de cada um dos custos, registrando os valores em uma planilha. Desse modo, é possível ter uma visão mais detalhada, que permite uma melhor tomada de decisão durante as negociações, por exemplo.

Além disso, é necessário também ter conhecimento dos valores dos serviços prestados, pois eles devem servir como base para a formação de preços ou estratégias de redução de custos na companhia. Para isso, devemos considerar outros fatores que podem influenciar nesses valores:

  • manuseio das mercadorias, reduzindo o tempo de recebimento e entrega;
  • acomodação da carga, de forma a utilizar melhor o espaço no veículo;
  • riscos no transporte, oferecendo melhores condições e segurança para o transporte de cargas tóxicas ou visadas por bandidos;
  • sazonalidade de cargas, há períodos com aumento de demanda e outros com defasagem;
  • tempo parado no trânsito, evitando horários de pico e, consequentemente, reduzindo o tempo de trabalho dos profissionais envolvidos.

Como tecnologia impacta na gestão de custos de transporte?

Estamos vivendo em meio à 4ª Revolução Industrial, ou indústria 4.0, onde a tecnologia é indispensável, sendo um dos grandes diferenciais e principais fatores de sucesso das empresas. Mas e quanto à Logística 4.0, você já ouviu falar?

A Logística 4.0 se baseia no investimento em tecnologias para o aumento do Market Share, ela pode ser considerada como uma evolução da logística tradicional. Nesse cenário, os processos são mais automatizados, facilitando a gestão e contribuindo para o aumento da produtividade e da eficiência das operações.

Isso só é possível graças ao desenvolvimento de soluções inovadoras, como: cloud computing, big data, inteligência artificial, digital twin, machine learning, entre outros. A adoção da filosofia da Logística 4.0 traz diversas vantagens. Destacamos algumas delas abaixo:

  • redução de perdas: com o uso de softwares adequados, é possível a redução de perdas no estoque, retrabalho, extravios e avarias nos produtos ao longo do trajeto;
  • melhoria na análise de dados: a utilização de sistemas inteligentes na realização de análises tem o potencial de fornecer insights para a melhoria dos processos e a elaboração de estratégias mais eficazes;
  • maior foco na estratégia de negócios: objetiva aprimorar e modernizar a gestão de custo de transporte, eliminar gargalos e desperdícios, otimizar o tempo e reduzir os custos mantendo a qualidade;
  • redução de custos: havendo redução de perdas, melhoria da eficiência dos transportes e menos burocracia, o processo se torna mais ágil e barato. Assim, a empresa terá mais destaque no mercado;
  • aumento na satisfação de clientes: por meio de todas as melhorias já discutidas, é possível oferecer prazos de entrega cada vez melhores, acompanhamento em tempo real dos pedidos, redução de erros e preços mais competitivos.

Com a leitura deste post foi possível compreender melhor a importância da gestão de custos de transporte para o bom desempenho de seu negócio! Não se esqueça de buscar sempre por empresas especializadas que estejam atentas às novas tecnologias e que conheçam todos os desafios do setor, desenvolvendo soluções inovadoras, investindo em treinamento constante e na cultura das equipes.

Fonte: CargoX